terça-feira, 11 de agosto de 2009

AQUARELÁVEL

Tira o batom da minha boca
Muda o tom da minha face
Cora minha pele
Testa todas as variações
Rubro vermelho fogo furto paixão
Inventa uma combinação arranjada
Combina seu jeito com o meu
Apimenta uma cor extra de sal
Decora meu corpo inteiro
De mimos, adereços, segredos
Faz de mim seu endereço
Na morada nova um ateliê seu

Experimenta sua arte em mim
A tela em branco sou eu

9 comentários:

Anônimo disse...

SIMPLESMENTE LINDO..ADDOREI A PARTE DA TELA EM BRANCO.

GIL

Lucas F. Souza disse...

uma linda poesia. Simples, que faz pensar e desejar... uma linda poesia. =]

Liquidificador a Gas disse...

Ah, que lindo! Só pude passar aqui agora! Olha a hora!

"Inventa uma combinação arranjada"
simplesmente demais ateliê vivo!

O bom é que com a infinidade de cores, dá pra se fazer boas combinações pra sempre!!!

lefrank disse...

Nossa, depois dessa poesia tao linda, vou te seguir a vida inteira.

frank
lefrank.zip.net.

jorge vicente disse...

a tela branca és tu
e és tu a poesia.

muito bonito o poema.

grande abraço
jorge vicente

fabiano Silmes disse...

Nossa um corpo como tela...um desejo como pincéu...e o mais o que pintar por aí.

Um grande abraço

Aroeira disse...

muito bom. o que a paixão não faz, hein? rsrs

Sofia Fada disse...

A paixão faz tudo transbordar. Inclusive a inspiração.

Adriana disse...

Maravilhoso seu poema. Parabéns pela escolha das palavras.