quinta-feira, 19 de maio de 2011

Desconfio seriamente de pessoas sérias demais
Daqueles que não dão bom dia
Dos que se julgam normais
De quem não tem tempo pra poesia
Dos que não gostam de animais
De quem acorda cedo, mas mal vê o dia
De quem não olha pra trás

2 comentários:

Aroeira disse...

great!

Wátila Leite disse...

Aqui em Brasília, a maioria das pessoas são dessa forma.
Muito linda a poesia. Parabéns.