sábado, 6 de setembro de 2008

Mãe coruja


Ele não joga lixo no chão.
Ele fecha a torneira ao escovar os dentes.
Ele é carinhoso.
Ele levanta da cadeira para eu poder sentar, se não tiver outro lugar disponível.
Ele gosta de dar presentes e de mandar flores.
Ele está cada dia mais lindo.
Ele me beija quando estou triste.

Os filhos são o que nos redime no mundo.

É pelo João que eu acordo todos os dias e me inspiro e me alegro e me animo.

Pra ele escrevi O menino revirado.
Pra ele escreverei muito mais e lutarei todos os dias. Sempre.

Cada dia que passa eu me orgulho mais dele. Por estar se tornando o menino maravilhoso que é. O meu menino revirado.

No dia 31 foi aniversário dele. 31 de agosto.
No mês em que algumas pessoas apontam desgostos e azar, eu só tive motivos para comemorar.
Dia 02 nasceu meu pai, dia 10 minha mãe. No dia 28 tia Lau. No dia 31 o João.
Pais, amigos queridos, filho.
De onde eu vim e para onde eu vou. Tudo junto no mês de agosto.

10 comentários:

Bel disse...

Com gosto! Agosto tem um gosto gostoso, então?
Bom saber de tudo isso, Sofia. Bom te ver...tão linda como és. Vou te conhecendo através dessa virtualidade tamanha. Amei te ver maior e cheia de tanto amor. Teu João é tão lindo que chega a doer, sabe? Daquelas belezas que paralisam. Que sorte ter tanta sorte no mês de agosto.
Quero muito ler esse Menino Revirado. Quero muito te ler...ao longo do tempo, viu?
Um beijo aos aniversariantes que te rodeiam e te fazem valsar.
Bel.

Bel disse...

Mas olha só. Quando essas sincronicidades se revelam fico tão feliz. Acredito nelas, sabe? Acho que somos parecidas mesmo. Nosso olhar poetisado e nossa vontade de nos deixar levar pelo que nos toca; a alma. Ai que bom... que encontrastes um desejo teu por lá!
Quanto ao livro...ficarei imensamente feliz de ter um expemplar com a tua dedicatória.
Fiquei pensando em como materializar isso e acho que por e-mail poderia ser mais fácil. Vou te deixar o meu para que me passes os valores do livro e do Pac (entrega pelo correio) para que eu transfira o valor pra tua conta.
Mas...ajeitamos isso por e-mail, que tal?
Aí vai: bbelfloripa@hotmail.com
Fiquei ainda mais curiosa de te ler depois de ver de onde veio tua inspiração: teu filhote é lindo demais podes corujar com gosto mesmo.
Um beijo, querida.
Admiro-te
Bel.

Cais da Língua disse...

oi mãe coruja!!!
retribuindo a visita
hihi
voltarei mais vezes aqui, com certeza
parabens por tudo! isso inclui o blog e o filho que só pelo que falou deu pra ver que é um filho ótimo
= *

grilo disse...

DiogoRocha Braga,O grilo, em: Mãe Coruja
Mãe e aquela pessoa que...

Sabe,entende,decifra tudo,até o gesto do seu olhar.
Uma pessoa em que o filho pode confiar pois,a mamãe a todo momento,em qualquer ocasião,ela vai lhe ajudar.
A minha perfeita companhia ,cujo o rítimo sempre está em sintonia ensinando-lhe os valores de cada dia com alegria.
Estar junto da minha mamãe e muito legal pois,agora sei, aonde quer que eu vá vou ter a minha "mamãe coruja",a minha estrela que ensina,e me incentiva a nunca desistir

e se, por ventura, no meio do percursso cair, mesmo sentido dor,não vou chorar,mas sim sorrir pois o amor de mãe me fortalece e me faz feliz.

grilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
grilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Biana França disse...

Que lindo!!!
São de pessoinhas assim que estamos precisando para fazer um futuro melhor.
Bjus ao lindo menino de nome lindo!

H Milen disse...

Parabéns atrasado para (e pelo) João!

Pedro Caetano - PC disse...

Música, Beleza, Poesia...deviam ser sempre escritas com maiúsculas.
Te encontrei por um site de Música (BLIP), e já gostei do seu gosto musical.
De lá pra o seu belíssimo site de Poesia, que me encantou já na apresentação, e me presenteou com poemas lindos, um melhor que o outro.
Daí, acabo descobrindo o teu filhote, na tua Poesia, lindo, educado, gentil...e ainda faz aniversário no mesmo dia que eu.
Somos dois homens de sorte, ele por ter a mãe que tem, eu por ter achado toda essa Beleza nesse mundo virtual louco e tão confuso pra mim.
Só posso te agradecer por esse prazer e, como você faz tão bem, tentar deixar fluir de novo a minha poesia.
Parabéns e muitíssimo obrigado.

Sofia Fada disse...

Caro Pedro,
são comentários como o seu que me respondem a cada dia, poesia pra quê, Sofia?
pra despertar a Beleza do mundo, pra lapidar o melhor em cada um de nós.
E que legal você fazer aniversário no mesmo dia do João, sinal de que deve ser tão especial quanto ele.
Obrigada pelo carinho,
Sofia