segunda-feira, 23 de novembro de 2009

poemas
são palavras com pernas
penas que voam
perdas que voltam
pomares frutados
pormenores apenas

12 comentários:

Nádia Lopes disse...

Oi Sofia

que bom que fui encontrada e pude assim te encontrar...poesias são suspiros, ainda bem que continuamos...
beijo- grata pela visita e pelo elogio- gostei daqui!!!

Tarcísio Buenas. disse...

olá,

obrigado pela visita no on the rocks. seus poemas são puros e singelos.

parabéns.

abs

fabiano Silmes disse...

Olá Sofia...Este poema me fez lembrar um pouco dos versos do Leminski ...e ele,seu texto é,sem sombras de dúvidas, um belo trabalho poético !!!

Abarços,Evoé!!

Sofia Fada disse...

Nádia e Tarcísio,
obrigada pela visita,
voltem sempre!

Sofia Fada disse...

Oi Fabiano,
eu adoro Paulo Leminski e é uma honra ser comparada com ele.
Obrigada!
;)

ticoético disse...

até q enfim encontrei,tinha começado a seguir este blog e de repente parô d aparecer no meu painel,num sei porquê,mas enfim achei d novo ,efim belo poema !
abraço !

Geraldo de Barros disse...

Olá Sofia, em minhas viagens por blogs em busca da palavra acabei encontrando esse "cantinho" maravilhoso, adorei sua poesia, estou encantado com sua criatividade, leveza e encanto de suas palavras, parabéns!

Cheguei aqui por acaso, mas agora não perco mais esse caminho ;)

Um abraço,
Geraldo.

Bel disse...

... poeticamente precisa.
Tu recolhes sínteses e produzes poesia. Eu adoro ... tua arte.
Um beijo, querida Fada.

Bel.

glória disse...

"poemas são palavras com pernas" tantas,tantas...palavras são como heras, cobrem os muros de esperança. bom te ler. bjs

Aroeira disse...

muiiiiito bom!

Maria Regina disse...

Os Poemas tem vida própria, vão pelo mundo, ganhando amigos...
Adorei seu espaço poético.
Um abraço

Helô Duran disse...

que bom que vc me deu props no blip, isso me fez entrar na sua pagina, pra depois chegar no teu blog.
achava que as pessoas não acreditavam mais nos poemas e nas poesias.
escrevo também, se quiser tentar procure por descantos.
au revoir!